1 a 30 de novembro de 2020
flamboiã no ar [edição virtual]

 

seu microfone tá desligado. o som tá bom? a internet é ruim aqui. ¿me escucha? voy intentar pelo celular. espera mais gente entrar. em outubro de 2020 essas frases foram parte do discurso da rotina. a pandemia mudou radicalmente as formas de relação entre as pessoas, consequentemente as formas de fazer feiras de publicação. “online” e “virtual” podem até cansar os olhos, fazer o pulso doer, meio chato ou muito sem graça. ao mesmo tempo, online era o único meio de falar, ver, dividir, visitar e trocar um espaço-tempo con otras personas.  e foi sobre nesse espaço-tempo que tentamos traduzir uma feira-encontro-aglomeración de publicações. juntando-nos pela rede de computadores dispersos por todo o planeta, na rede de transmissão que fica em algum lugar. voz, dados e sinais, tudo no ar, preparamos uma proposta de flamboiã um tanto distante do que era como projeto original: não mais no barulho magnífico-perturbador, na irrupção de cores em riso y serigrafia dos cartazes nas paredes, na leitura de textos espalhados pelas páginas, como nas feiras presenciais. mas no impulso de continuar a fazer o máximo nas condições possíveis.
tivemos a participação de projetos editoriais e artísticos da argentina, chile, peru, méxico, uruguai, e do brasil com bahia, brasília, minas gerais, paraná, rio de janeiro, rio grande do norte, rio grande do sul, santa catarina e são paulo.
a flamboiã no ar foi realizada no site da flamboiã com as publicações disponíveis para venda — com vídeos e fotos dos trabalhos —  e o restante da programação aconteceu pelo instagram no formato de lives. as apresentações foram salvas e estão disponíveis para assistir no igtv da @feiraflamboia.  

 

editoras e artistas:

a margem ; press
alias editorial 
aua coletivo 
casa27 
é selo de língua
editora gris 
folhagem coletiva
marco sem s 
membrana ediciones
microutopías
munganga edições
naranja publicaciones 
padê editorial
par(ent)esis 
pipoca press 
ps_são paulo
riacho
slimbook 
stêvz
+ mesa de lançamentos com tefopress, valeria mata, editora editora, grafatório edições e cais editora

conversas formativas:
poesia y[in] silêncio, com tatiana nascimento
o que pode o livro ilustrado?, com flávia bomfim

una mirada íntima y una conversa colectiva sobre el proceso de publicar, com magdalena testoni

resistencia creativa para los tiempos que corren, com darío marroche

lançamentos:
dezenove, de autoria coletiva [tefopress]

sábado, de marcio junqueira [riacho]

todo lo que se mueve, de valeria mata 

viagem, de felipe rezende [a margem ; press]

potuwa pora kõ: o que se guarda no potuwa, de hugo prudente & saberes zoé [riacho]

o que você faz quando faz ou pensa estar fazendo quando faz edição? entrevista editada, de gabi bresola [editora editora]

o último pau de arara, de jotabê medeiros [grafatório edições]

alma em movimento, de juliana castro [cais editora]

apresentações musicais:
giovani cidreira

kaê guajajara

josyara
felipe martins

rico dalasam

 

feira chama feira:
foi uma ação para criar uma rede entre diferentes públicos da arte gráfica e das publicações independentes. participaram a flamboiã [de santa catarina], motim [de brasília], a faísca festival [de belo horizonte] y a feira miolo(s) [de são paulo]. cada iniciativa parte de um ponto diferente do país, mas neste 2020 todas acontecem de forma virtual, borrando as barreiras geográficas. encontros onde buscamos cruzar nossas programações, conversar sobre as propostas de evento, compartilhar nossas angústias, encontrar nossas semelhanças, além de celebrar essas edições virtuais, desafiadoras y fundamentais.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

ficha técnica

 

curadoria, coordenação e produção: gabi bresola e marcos walickosky
produção e estratégia de comunicação: pedro lima
assessoria de comunicação: barbara pettres
identidade visual: félix perini 
site e loja virtual: fatface estúdio
assistência de produção: isadora stähelin e gabriel villas
apoio cultural: pantynova, gráfica rocha e humana sebo e livraria

agradecimentos: ana luiza fonseca, bernardo presser, daiana schvartz, darío marroche, heloísa etelvina, fabiana bresola, fernando boppré, janaína corá, ricardo machado e rodrigo rocha

projeto realizado através do prêmio elisabete anderle de estímulo à cultura 2019, fundação catarinense de cultura e governo do estado de santa catarina