qual foi o primeiro contato com publicações de artista?

não lembramos bem, mas foi em alguma edição da tijuana, em que a cosac naify (ainda viva) estava com uma mesa com vários títulos a preços acessíveis.

quando e como começou a publicar?

começamos a publicar em 2013, a gente já tinha construído nossa oficina e já trabalhava com outras linguagens. nossa motivação de produzir normalmente vem da vontade de experimentar fazer aquilo, o interesse surge pela descoberta daquela linguagem ou meio.e com o fazer vem vindo as relações, com o material, com as pessoas e com os espaços que aquilo circula.

fale sobre a norte.

a norte é um selo para vazão de trabalhos autônomos. criada por 3 irmãos: henrique, felipe, guilherme, após a construção da oficina localizada na periferia da zona leste de são paulo.

a gente sentiu necessidade de um espaço para podermos criar e fazer nossos trabalhos com mais autonomia que os lugares que a gente costumava trabalhar. daí a ideia de criar um selo, que pra nós funciona como um espaço, uma extensão da nossa oficina, da nossa produção.

nossos trabalhos nascem do convívio entre nós e nossos amigos, praticamente todos os nossos trabalhos com publicação são nessa interação.

como você pensa na circulação das publicações?

achamos que assim como outros circuitos de arte existe uma dificuldade de troca com as margens: cultural, geográfica ou econômica. existe um namoro, um desejo, uma observação das margens, mas a distância é maior. pouco antes da pandemia a gente tava vendo isso sendo questionado dentro das feiras de arte impressa e sendo criada outras propostas de espalhamento fora das feiras mais famosas.

achamos que essa ideia de espalhamento, de convívio, de consumir em espaços periféricos pode trazer uma grande mudança pra todo o cenário artístico e social.

um exemplo de espaço criado aqui na zona leste, é o sarau do vale, que abre espaço pra expor seus trabalhos e falar sobre eles também se quiser.

por que publicar?

pra nós é um exercício consequente do que nós fazemos. é um exercício de interação com o as pessoas a partir do que nós fazemos.

indique três publicações que te fazem querer continuar publicando.

pra nós, faz mais sentido dizer 3 exemplos de interação nossa com o universo das publicações que nos motivam a continuar publicando.

— o trabalho de xiloceasa, desde a iniciativa, os livros ao próprio trabalho como um todo;

— a casa27, que conhecemos recente, mas nos identificamos bastante. indicamos o livretinho: segue o baile, de rodrigo rosm.

— o trabalho do guilherme picchetti, amigo e parceiro nosso, que praticamente todo ano desde quando começamos a publicar, fazemos algum trabalho com ele.

se quiser, conta pra gente: como você e a flamboiã se conheceram?

pelo “lemilson”, segunda publicação que fiz. o marcos leu e me escreveu, falando o que ele achou e aí viramos amigos. 

conheça a norte:
norte.in

instagram.com/norte0